UFC desenvolve projeto de Tecnologia Eletrolítica para tratamento de água de poços


Pesquisadores da UFC, em parceria com a Cogerh e o Comitê da Sub-Bacia Hidrográfica do Banabuiú, apresentaram um projeto de pesquisa com base em tecnologia eletrolítica para otimizar e baratear o tratamento de água de poços. A palestra para demonstração da pesquisa ocorreu no dia 17 de março de 2021, de forma virtual.

Intitulado “Uso de célula Eletrolítica para remoção de capa rosa de água de poços”, a pesquisa foi desenvolvida por pesquisadores do departamento de Química Analítica e Físico Química da UFC e coordenada pelo professor Ronaldo Ferreira do Nascimento.

A pesquisa visa otimizar o tratamento de água de poços de forma inovadora e com custo menor, através de tecnologia eletrolítica. Um dos integrantes do projeto, o professor Eliezer Abdala, reforçou que o experimento é uma alternativa para condição de melhoria da qualidade vida da população do semiárido. A pesquisa prevê a possibilidade de uso de energia alternativa, com a diminuição do uso de produtos químicos.

A pesquisa contempla ainda projeto piloto utilizado em sistemas de abastecimento do município de Morada Nova, sertão central do Ceará. Por conta da escassez hídrica na região, a alternativa em questão vai ajudar a ampliar a oferta de água potável no município. O modelo utiliza circuito elétrico de corrente direta pulsada para remoção de poluentes na água, dispensando uso de insumos tóxicos na remoção de impurezas na água de poços.

Chico Almir, integrante do comitê da Bacia do Banabuiú, reforçou o problema da qualidade da água na região de Morada Nova. “ Todo lugar que sofre com a escassez de água superficial sofre com a questão da qualidade da água. Temos água de poços, mas sem qualidade. (…) Eu vejo que há muita tecnologia na academia e que pode ser usada pelo serviço público”, reforçou Almir.


Fonte: SRH-CE com Informações da Ascom Cogerh